free web hit counter 

Agentes aposentados revisitam casos sem solução em nova série do Investigação Discovery

Na cidade de Tulsa, nos Estados Unidos, mais de 30 casos de homicídio permanecem nos arquivos da polícia local, sem conclusão, sem solução, sem culpados e sem justiça. A partir de quarta-feira (10), o Investigação Discovery acompanha os trabalhos de uma divisão de investigadores experientes e determinados a resolver os chamados “casos frios” de Tulsa, com a estreia da série “O Assassino Desconhecido – Busca Final”.

Os episódios documentam a formação e a atuação dessa equipe, liderada pelo sargento aposentado Mike Huff. Ele conduz a força-tarefa com membros escolhidos entre profissionais da investigação com funções diversas – detetives, e especialistas em análises forenses fazem o time de elite que vai revisar evidências, procurar indícios ainda desconhecidos, entrevistar testemunhas e reconstruir os casos.

Embora eles já estivessem fora da ativa, aposentados, esses investigadores aceitaram revisar casos tão emblemáticos quanto misteriosos. O grande objetivo é selecionar crimes que, diante dos adventos da ciência forense, possam ser finalmente esclarecidos. A série traz cenas reais, gravadas durante as diligências e apurações conduzidas pelos investigadores e, junto a elas, dramatizações que retomam os fatos em torno dessas mortes que permanecem há décadas sem solução.

Entre os casos reativados pela esquipe estão as mortes de Dena Ann Dean e de Veda Woodson. Veda tinha 38 anos e quatro filhos em 1973. Há mais de quatro décadas, ela desapareceu após sair do trabalho, foi estuprada e estrangulada.

Em 1998, a jovem Dena tinha 16 anos quando, ao que tudo indica, foi raptada no estacionamento de um mercado – seu corpo sem vida foi encontrado seis dias depois. Ambos os casos tiveram grande repercussão e a dificuldade em encontrar os assassinos tornou-se motivo de tormento não apenas para a força policial de Tulsa, quanto para toda a comunidade.

“O Assassino Desconhecido – Busca Final” estreia dia 10 de abril, às 23h no Investigação Discovery.

 

Fonte: vcfaz.tv